Jornal O Dia - A falta de dinheiro dos idosos

Pesquisa indica que 59% dos idosos já deixaram de comprar remédios por falta de dinheiro

Enquanto uma pesquisa aponta que 59% dos idosos entrevistados já deixaram de comprar remédios por falta de dinheiro, o governo federal autorizou, nesta segunda-feira, um reajuste de até 4,88% nos preços de medicamentos para 2021. O levantamento ainda indica que os consumidores não possuem o costume de analisar os valores, já que a maioria disse não ter pesquisado os preços em outras farmácias: 73%. Os dados foram divulgados pela Febrafar (Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias).

Ainda como impacto dos preços, o estudo observa que medicamentos genéricos, por serem geralmente mais baratos, foram os produtos mais adquiridos pelos compradores, com 66%, seguido por medicamentos de marcas (42%) e não medicamentos (27%), lembrando que os consumidores podem adquirir mais um tipo de produto por ida à farmácia.

Fonte: Jornal - O Dia

Compartilhe
Compartilhe nas Redes Sociais
Whatsapp